Você sabe como funciona a ozonioterapia? É uma terapia que conta com a função de administrar o ozônio do corpo. O ozônio é um gás composto por 3 átomos de oxigênio (O3), isso ajuda a melhorar a oxigenação dos nossos tecidos, além de aumentar a resposta de nosso sistema imunológico a doenças infecciosas, como HIV ou feridas infectadas e também a ajudar a aliviar dores crônicas que são causadas pela artrite reumatoide ou também fibromialgia, por exemplo.

Saiba que a administração do ozônio sempre deve ser feita por um profissional da saúde especializado, como um terapeuta, e pode ser aplicado tanto por injeção direta no músculo, nas articulações ou entre as vértebras, além de ser aplicada por insuflação retal, vaginal, nasal ou bucal. Fora isso, a terapia por ozônio pode ser feita através da auto-hemotransfusão, ou seja, procedimento em que o sangue é retirado, misturado ao ozônio e , em seguida, com uma transfusão, volta ao corpo do paciente.

Mesmo que a ozonioterapia seja um tratamento seguro e que conta com poucos efeitos colaterais, ela é indicada apenas como um tratamento alternativo para ajudar no combate a doenças crônicas e não substitui o tratamento convencional médico.

Como a ozonioterapia é feita

O tratamento da ozonioterapia sempre deve ser realizada por um profissional da saúde, como um terapeuta, podendo ser feito com diferentes técnicas, como:

– Injeção de ozônio: pode ser feita tanto por via intravenosa, via intramuscular, diretamente na veia ou até mesmo entre os discos vertebrais;

– Insuflação retal: aqui ela é feita com o uso de um dispositivo que sopra o ozônio e o oxigênio através de um cateter localizado no intestino. Fora isso, a insuflação de ozônio pode ser realizada também por outras cavidades do corpo, como boca, nariz ou vagina;

Auto-hemotransfusão: nesse modo de aplicação, uma quantidade de sangue é retirada do paciente e misturada com o ozônio e, em seguida, é aplicada novamente na pessoa através de uma transfusão;

– Banho de gás: aqui é feito colocando o paciente em uma câmara cheia de ozônio e assim ocorre a inalação em pequenas quantidades e em um curto período de tempo;

– Aplicação cutânea: é realizada quando o gás é aplicado diretamente na pele do paciente, quando a finalidade for o tratamento de uma ferida, como pé diabético ou úlcera.

Ozonioterapia na ortopedia

É possível tratar problemas, como osteoartrite, ombro-congelado, assim como uma série de outros problemas, como patologia articular, aqui o tratamento ocorre através de uma injeção com uma mistura de gás oxigênio-ozônio. Trata também  uma série de doenças agudas e crônicas localizadas nas grandes articulações, como ombro, joelho e quadril, através de injeções intra e periarticulares com a mesma mistura oxigênio-ozônio.

Pacientes que foram tratados com a ozonioterapia antes e depois do tratamento mostraram uma melhora na resolução da dor articular. Contaram com uma boa recuperação funcional de suas atividades do cotidiano.

Problemas ortopédicos? Aqui na Saúde com Ozônio você encontra o que há de melhor na saúde integrativa, com a ozonioterapia e assim acabar com esses problemas. Confira!

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *